"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

Todos os dias

domingo, 11 de abril de 2010

Você nem gostava de mim. Eu sei que você me xingava vez ou outra e tal. E também, eu era uma chata. Mandona e briguenta e cheia de achar que tudo tinha que ser do meu jeito. E você não gostava de mim.



Até no dia que eu quase morri indo de bicicleta pra sua casa... Nesse dia você ainda não gostava de mim. E se eu gostava de você? Ah... não era minha preferência, vamos combinar... Mas acho que eu já gostava sim. E sabe, ainda bem que o tempo passou, e a gente foi percebendo que nossas brigas eram sempre por sermos parecidos demais. 

Você também era mandão e cheio de achar que tudo tinha que ser do seu jeito. As vezes você ainda quer que seja do seu jeito. As vezes eu também quero que seja tudo do meu jeito. Normalmente é assim que termina: tudo do meu jeito! Ah, eu não posso fazer nada quando eu sou a única mocinha super influente entre meus meninos. 

E a gente força a risada, a gente inventa música, paródias e a gente briga sempre! E tem dias que eu não suporto você. E todo mês tem dias que você não me suporta. Ou é o único que suporta... (ainda estou pensando sobre isso)

Então conforme o tempo foi passando, a gente foi aprendendo a tolerar os defeitos um do outro. E então vieram todos aqueles segredos e todas aquelas muitas lágrimas. E então a nossa amizade só cresceu e se fortaleceu. E as pessoas confundiam as coisas, rsrs. Então veio o bônus. Então veio a música. Então a amizade perdura há mais de 20 anos. Então ficamos juntos todos os dias. Eu, você e eles.  Todos os dias. 

Então você passava para me buscar no trabalho. Então eu te levava na academia. Então você coça minhas costas quando eu volto da balada com sono. Então eu fiquei uns meses sem grana e tu me aliviava. Então você ficou sem, e a gente começou a tirar uns trocos fazendo a nossa brincadeira predileta: cantar. E teve um dia que você não foi pra balada porque a grana tava curta. E teve um dia que eu não fui e você voltou contando mil e uma coisas legais. "Faltou você com a gente...". E teve um dia que eu disse que um dia a maré ia mudar. Eu sabia que ela ia mudar. Eu sempre soube...

Então você leu "O Segredo", mesmo eu dizendo que era uma tremenda bobagem. Então você gostava de ver minha cara de 'eca' quando você dizia que o tal d'O Segredo' ia funcionar um dia. Então você vem cheio de frases feitas e clichês, só porque eu não gosto, e só porque elas me fazem rir no fim das contas. Então você enxerga meus melhores defeitos e minhas piores qualidades. Então, quando tudo era só mais uma rotina a maré muda. 

E eu vou, com toda certeza, sentir muita saudades de todos os dias. 

Para você, meu amigo...(meu grande amigo)
                                    com muito carinho! Mary

Ps* Boa sorte e muito sucesso na nova maré! Estou muito orgulhosa de você! E você volta, eu sei... É que eu sou assim mesmo, cheia de palavrinhas... É que eu não podia deixar passar em branco...

20 pessoas quiseram falar também!:

Juliano 11 abril, 2010  

As palavrinhas emocionam.!

Beijooos

Sabrina 11 abril, 2010  
Este comentário foi removido pelo autor.
Sabrina 11 abril, 2010  

Ai amiga, chorei com seu texto....que lindo! amizade é algo muito muito muito especial...tenho ctz que distância alguma muda isso..vai mudar a convivência entre vcs...mas é por um motivo excelente...
saiba que vc pode redirecionar seus bônus pra mim kkkkkkk te amo

João Guilherme 11 abril, 2010  

Estou sentimentalmente afetado pra escrever mta coisa, mas basta 3 palavras.. EU TE AMO!

Vou morrer de saudades... mta mta mta.. vc não faz idéia!
Mas eu volto, claro.. não consigo ficar mto tempo longe de vc e de todos meus amigos que me deram força nessa nova fase da minha vida.. qdo eu mais tava na fossa, mais precisei!

Sou mto grato por td, apesar das palavras mtas vezes terem machucado..rs

Mas enfim, pra quem nao tinha condições da escrever mta coisa.. rsrs

Te amo mto.. e vou levar vc e nossa amizade pro resto da vida, com certeza! =D

beijoooooooooooooo!

leviathan_a 11 abril, 2010  

" Amigo é coisa pra se guardar no lado esquerdo do peito..."

Muito bacana o texto Mary, todos nós sentiremos falta do John!

Abraço

Márcia 11 abril, 2010  

Mary a cada dia que passa vc me surpreende lindo demais este texto chorei muito,eu sei da sua amizade com o João é muito linda e pode ter certeza que mesmo eu não tendo contato com ele vou sentir sds tbém...O amor é como o vento a gente não vê mais sente!!!Te amo viu prima!!!!Bjs Cy

Maria de Fátima 11 abril, 2010  

Ahhhhh Mary eu já estava chorando com esse momento despedida...agora depois desse texto então...desabei!!huahauahau
Já tô com saudade do João!!!!

*Natália* 11 abril, 2010  

Que lindo, Mari !
Amizade quando é verdadeira é linda de se ver.
Sorte pro seu amigo.

beiijos.

*Natália* 11 abril, 2010  

Que lindo, Mari !
Amizade quando é verdadeira é linda de se ver.
Sorte pro seu amigo.

beiijos.

Marco Antonio Araujo 14 abril, 2010  

Eu me emociono com essas manifestações verdadeiras de amizade.

E li a resposta do seu amigo nos comentários... estou emocionado de verdade.

Sorte de vocês, que tem um ao outro.

Mile Corrêa 15 abril, 2010  

Coisa mais linda uma amizade assim!
Menina, sou super fã do seu blog
por isso tem uma coisinha pra você
lá no finalzinho do meu post de hoje.
Depois passa lá pra ver.
Beeijo

Andréia 18 abril, 2010  

que bonitinho!!!

Rívia Petermann 18 abril, 2010  

Eei
Adorei a postagem,quantas divergências!!!rs

E o tal segredo,funciona meesmo...
BEijos!

Drêycka 19 abril, 2010  

Criei um novo blog! Uhull !!

Pra quem é curioso e gosta de questionar as bizarrices da humanidade. -- Círculos em plantações, asteróides suspeitos que desaparecem sem deixar sinais, o Sol com brilhos estranhos, um planeta nunca encontrado, uma profecia apocalíptica... Essas e outras curiosidades estarão em debate aqui: em O ESTRANHO CURIOSO.


VALE A PENA CONFERIR E INDICAR!!!


http://www.oestranhocurioso.blogspot.com/

Suzana Martins 19 abril, 2010  

E você como sempre me emocionando!!

Lindo demais, Mari!!

Saudade de vc...

Beijos

carla m. 19 abril, 2010  

Que lindo Mari!!! olha, não tenho comentado muito não, mas sempre que dá, passo aqui pra dar uma lidinha viu?!
beijocas!!!

isabel nascimento 21 abril, 2010  

Gostei muito do blog -uma certa "despretensão" que vai prendendo a gente..tudo pq eu procurava um io-io... copiei o poema sobre o io-io, posso usar com meus alunos(dando o credito - Mariana) ???
to aqui curtindoooo...... E VOLTAREI MAIS VEZES, JA ANOTEI O NOME!
bjs BEL

Iara 21 abril, 2010  

Esse texto parece uma crênica, dessas interessantes de se ler em viagens. Dessas que nos fazem pensar em que está a nossa volta. Em quem não temos mais por perto. Em tudo o que vivemos.

Mariana Amorim 22 abril, 2010  

E meus olhos encheram-se de lágrimas
Lindo texto.

Maldito 25 abril, 2010  

Confesso que gostei de fazer uma leitura do texto,..rs
bj

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP