"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

Lá onde?

quarta-feira, 5 de agosto de 2009


Ela se perde em pensamentos, se afoga em letras e desbrava seu próprio mundo em busca de algo para sentir. Não adianta, Thereza é assim.



Thereza diz que sonhar é só sonhar, mas acorda cheia de vontades. Sempre há lacunas, ninguém dúvida disso. Acontece que ela não admite tantas lacunas e sai em disparada atrás de nomes.



Péssimo hábito de preferir as respostas às perguntas - embora saiba que são as perguntas que movimentam o mundo. Sabe porque são as perguntas que movimentam? Porque respostas nunca são o suficiente.



Ela não disse tudo. Logo ela, que tanto odeia lacunas, deixa várias pelo seu caminho. Ela não disse tudo. Aquilo que falta dizer fica no meio-fio. Quase despencando de sua língua, mergulhando em uma bacia de nada. Thereza sabe que aquilo que antes nao fora dito, jamais será. O tempo acabou.



Mudaram o game. E ela até gosta. Thereza está assim, contente, tranquila e um pouco lá. Lá no futuro, onde não se alcança. Lá no passado, onde não se chega mais.

19 pessoas quiseram falar também!:

Willian Lins 05 agosto, 2009  

Thereza tem sede de novidades então, né?

gostei disso, mari!

beijo

Denise 05 agosto, 2009  

É agente muda e o q antes era ansiedade vira paciencia.

me assisti nisso

grata ,carinhos meu
Denise

, pequena notável # 05 agosto, 2009  

esperar tanto nas respostas acho que é uma atitude normal, pois a curiosidade é solta pela pergunta. mas a resposta é que mata a curiosidade...
o ideal é quando a resposta não responde, mas ela há.

- também sou um pouco assim -

Cαmilα ♥ 05 agosto, 2009  

SOu um pouco (ou bastante) Thereza.
Alma inquieta.

Um beijO, moça.

Juliano 05 agosto, 2009  

A vida da Thereza é intensa !

Respostas nunca são o suficiente, Gostei de mais..!

Bjooooos

João Guilherme 05 agosto, 2009  

mas essa Thereza não tem jeito msm..ahuhahauhaua..

carpe diem! =D q se dane o passado e o futuro!!

bjooos!

Maria Rita 05 agosto, 2009  

Acho que todo mundo tem um pouco de Thereza.
Pelo menos, eu me indentifiquei... o ruim é que ficamos, levemente, pendurados no tempo; nem passado, nem futuro. E o presente não é tão empolgante.
Adooro² seu blog!
Se quiser, passa lá no meu: http://canseidevoces.blogspot.com

bjs.

***Eli Amorim*** 06 agosto, 2009  

Acho que tenho um pouco da Thereza, sou intensa, mas às vezes sou instável...

Mari, tem selinho pra vc no meu blog, depois passe por lá :)

Beijos moça intensa!!!

mari 06 agosto, 2009  

sou totalmente Thereza!
Prefiro perguntas do que respostas..

Vinícius Aguiar 08 agosto, 2009  

Thereza está sempre em busca do novo, das novas verdades, e das sua realidades que às vezes nem ela mesma conhece... ela é igual a mim, igual a todos nós, humanos, que na verdade buscamos sempre as respostas, porque sem respostas, as perguntas não teriam o menor sentido!

Beijos!

Tatá 08 agosto, 2009  

E simpatizei com Thereza. Assim, de cara! :)

Nathália E. 08 agosto, 2009  

Tenho uma essência de Thereza.
Vivo passeando entre o futuro e o passado.

Beeijo!

Su 10 agosto, 2009  

"Thereza está assim, contente, tranquila e um pouco lá. Lá no futuro, onde não se alcança. Lá no passado, onde não se chega mais."

E eu estava com saudade de Thereza e de poder conversar com ela sobre tudo isso. As respostas são sempre vazias para a quantidade de perguntas que temos em mente!!
Lindo demais, Mari!!

O cansaço de Thereza que chegou até mim, são iguais as lacunas que ela deixa no caminho e estradas sem respostas concretas para suas perguntas!!!

Sauudade...

beijos

13 agosto, 2009  

Thereza é como todos nós...
enquanto quer entrar na máquina do tempo, quer voltar em algum tempo atrás pra procurar algo que nem sabe direito o que é... mas sabe que está la.
Bom, não sei se era isto q ela queria fazer, mas me deu uma ótima idéia!
Bjs

Tatá R. da S. 14 agosto, 2009  

Aaaah, sou que nem Thereza, mas isso me deixa ansiosa e hiperativa! xD
Beijos!

Cinti,  15 agosto, 2009  

"Ela não disse tudo. Logo ela, que tanto odeia lacunas, deixa várias pelo seu caminho. Ela não disse tudo. Aquilo que falta dizer fica no meio-fio."

Se eu disse q/ ñ me identifiquei c/ a Thereza, estaria mentindo.

Bjus Mari

Narradora 15 agosto, 2009  

Adoro quando Thereza aparece.
E vamos às perguntas...
Bjs

Willian Lins 25 agosto, 2009  

bora atualizar, né Mari?

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP