"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

O meu final

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Então que a Line desafiou seus leitores. E eu tentei a sorte. Era preciso continuar a história com um paragráfo. E o resultado saiu hoje. Onde eu fui a vencedora!!!




E como disse minha querida Line:



"Sem mais delongas, eis o final:
.

Noite com luar cor de sangue, vento quente a soprar no rosto disforme pelas lágrimas.Do penhasco, ele olha fixamente para as ondas batendo no paredão de pedras.Respiração suspensa, olhos fechados, braços esticados e o impulso para a morte iminente.Em cinco segundos uma cena passa em sua mente...


(...)
Sentado no chão da sala, ele com seus seis anos de idade, brincava com seus carrinhos de madeira um tanto quanto desrodados, sob o tapete encardido cheirando a alguma bebida alcoolica.
Noite passada ele havia ouvido gritos de sua mãe. Assustado, aguardava ansiosamente o levantar do casal. O pai saiu mais cedo. A mãe abre a porta do quarto vestindo aquele penhoar de flores japonesas, caminha mancando até ele e agacha-se, expondo duramente aos olhares do pequeno, nítidas marcas em seu rosto de porcelana, dizendo: "para sempre nós". Beijou-lhe a testa. (...)
A cena corre veloz e há pouco menos de quinze minutos atrás, era ele quem estava agachado sob um tapete. Dessa vez, um tapete verde gramíneo.
As flores do penhoar agora decoram a placa onde ele fez questão de mandar gravar: "para sempre nós".

Leia aqui o post todo, com as justificativas da escolha e tudo mais!

8 pessoas quiseram falar também!:

@line-;-- 25 maio, 2009  

Vc foi merecedora. FATO!

Vais escrever um livroo ainda que eu sei, msm que seja de psicologia <3

Bjm

Su 26 maio, 2009  

Menina, que orgulho de vc!!! :D
Ficou realmente maravilhoso, vc merece!!!
Beijos, Flor!!

26 maio, 2009  

AINDA BEM que eu NAO participei...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk



bjsss

N. Mylonas 26 maio, 2009  

Adoreii..
Nossa, um pouco triste mas emocionante.
Parabens pelo premio.
Beiijos.

Pequena; 26 maio, 2009  

Mari,

Parabéns, você mereceu!

Te beijo.

Juliano 26 maio, 2009  

Ficou perfeito, Eu dei uma passada la no orquidário e vi essa proposta da line, mas depois de ler os que ja haviam criado as suas continuações eu nem tive coragem de tentar criar uma..! A sua mereceu !

Bjoooos

Cαmilα ♥ 27 maio, 2009  

Parabéns Mari.
Voce escreve muito bem.

BeijOs

Ps. Eu tenho uma certa relutancia a falar/escrever sobre suicidio... nao deixei o meu moço do texto pular, mesmo sabendo q era eminente.

Willian Lins 28 maio, 2009  

E você foi mais que merecedora do prêmio Mari.

Um beijo!

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP