"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

Oferta X Procura

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Atenção! Nos próximos quarenta minutos, a bancada de canetas - piso C, ala esquerda - estará com preços imperdíveis.


Era um auto-falante com o som um tanto rachado anunciando mais uma promoção da loja. Depois do Natal tudo entra em liquidação, tudo fica mais barato.

Inclusive as relações. No período de festas de fim de ano, acontece uma supervalorização do humano, das relações, dos sentimentos. Tudo brilha, tem uma trilha sonora maneira, presentes, sorrisos. Pedidos para o novo ano, simpatias, promessas, abraços apertados e perdões.


Mas logo quando o novo ano começa, tudo isso fica em baixa. Deve ser aquela história de 'oferta-procura'. Ter alguém para compartilhar a vida, os desejos e os sonhos é de alta procura e pouca oferta. Daí o alto preço que muitas vezes pagamos no final do ano. Precisamos nos redimir, pedir perdão pelo que erramos, precisamos ser humildes e fazer um balanço sincero de nossas vidas. Assim, dependendo de nossa dedicação (ou da nossa sorte), conseguiríamos passar o Natal e o Ano Novo acompanhados de pessoas especiais.

Acontece, que a lei que valoriza as pessoas no final do ano, é a mesma que desvaloriza durante o restante do ano. O carnaval, por exemplo, me parece uma loja de 1,99. Muita oferta, muita procura e tudo dura apenas por uns dias. Comprar uma caneta ou duas no 1,99 não significa nada, ou melhor, significa que você fez um mau negócio. Bom mesmo é levar logo 30 canetas por 1,99 - mesmo que nenhuma delas continue funcionando depois de uma semana.



______________________
Este texto não é uma verdade, muito menos uma mentira. É uma reflexão chucra sobre a manutenção dos relacionamentos. Sejam amorosos, sejam familiares, sejam de trabalho ou de amigos. É um pensamento complexo que não dei conta de terminar. É um pensamento sobre não conseguir escapar dos ciclos sociais e culturais que - de uma forma ou de outra - controlam nossa maneira de viver.
--------- update 13/01/09
Só para constar: Não pretendo fazer um manifesto contra Natal e Carnaval. Até porque são as festas que mais gosto. Eu compro 30 canetas por 1,99, mesmo sabendo que sou uma dessas canetas. (?)

18 pessoas quiseram falar também!:

*Raíssa 12 janeiro, 2009  

Acho toda essa falsidade que rola no Natal meio desnecessária. Damos 'Feliz Natal' até pra quem não gostamos! Esse ano, só desejei pra quem gosto mesmo e pra quem me desejou, respondi. Esse espírito natalino se extende até o Ano Novo, porque virá um novo ano e todos dizem que vão mudar, aí resolvem ser bonzinhos e legais com os outros. Se é pra ser assim, que seja o ano todo, não só no final do ano. As pessoas transformam os sentimentos em algo hipócrita tão facilmente...

Mas prefiro levar uma só caneta de R$1,99 que funcione bem e dure bastante tempo que levar 30 que não durem nada e não funcionem haha

Beijos

Ciça. 12 janeiro, 2009  

Fato! Concordo plenamente com isso que você disse. Te confesso que nem sou muito de carnaval não...


:*

Dama de Cinzas 12 janeiro, 2009  

Excelente texto! Nem tenho o que complementar!

Beijocas

Nataliinha 12 janeiro, 2009  

Odeio essa 'falsidade' que gira na epoca de fim de ano . Ou vc ama o ano todo ou não .

E gostei da relação lojas de 1,99 x Carnaval !

@line-;-- 12 janeiro, 2009  

Sou a prova viva disso, minha relação acabou assim que as festas de fim de ano acabaram e olha q fiquei no prejuízo, pq nem paguei o presente que dei! kkkkkkkkkkkkk

bjm amada

Flávia 13 janeiro, 2009  

Credo. Parece que você tava falando de mim. Mas o meu problema maior é comprar canetas de 1,99 pagando preço de Mont-Blanc. E elas vazam quase sempre após um curtíssimo tempo de uso.

Beijos!

pulcro 13 janeiro, 2009  

E você está certa, viu. Concordo.

sabrina,  13 janeiro, 2009  

oi amiga.. desculpa desaparecer.. mas a correria aqui ta grande.. tenho parado pouco no micro.. tentando aproveitar mto por aqui.. quase nao escrevo no meu blog tb.. e mal tenho acompanhado o seu.. mas esse post eu li.. e engracado que esse ano toda essa coisa de fim de ano foi mto sem graca para mim.. pq pra mim era td novo nessa epoca.. nao consegui notar esse periodo!!
enfim.. otimo 2009 para vc! muito sucesso.
um super beijo

Amanda Guerra 13 janeiro, 2009  

ah, as pessoas não são tão vazias assim. acredito que elas sempre procurem o mlhor de si e das outras...

mesmo no carnaval. tentam buscar soluções pras suas angústias, acreditando que o próximo vá curar suas mágoas. ou os 30 próximos...rsrs

enfim, talvez eu fantasie demais... mas acredito que seja por aí...

beijos saudosos!

Leonardo Stravalli 13 janeiro, 2009  

Oferta X Procura, em matéria de frieza, essa lei é igual às estatísticas. Onde as pessoas se tornam números, seus favores e bons sentimentos também podem assim serem.
Época boa ou hipócrita, quem sou eu pra julgar, pelo menos gera iniciativas, se estas vão permanecer, só depende de cada um e, ao contrário do que dizem sobre de boa intenção o inferno estar cheio, acredito que a intenção faz a diferença nesse ponto, se ela for maior que os problemas enfrentados no dia-à-dia então tudo aquilo ensaiado nos fins de ano e natal, se tornarão grandes espetáculos durante o resto.
Tema muito interessante, parabéns!

Leonardo Werneck 13 janeiro, 2009  

Pois é, eu havia escrito sobre a hipocrisia no natal e fim de ano. Só há oferta, porque a procura é grande nessa época. Culpa de quem? nossa. Minha, tua e de todo mundo que acha(mesmo dizendo que não) que época de estreitar os laços e lembrarmos um dos outro são somente em datas especiais.

Eu preferia comprar uma caneta pelo preço que for, desde que ela dure bastante.

Beijo moça

C.L. 13 janeiro, 2009  

Não gosto de Natal e muito disso se deve ao fato da falsidade toda que surge, todo mundo se amando, fingindo ser amigos...sei não. Não gosto disso. Há muito deixei de querer fazer média com os outros só para agradar. E não é no Natal que isso muda em minha vida, não.
De qualquer forma, uma promessa que fiz no fim do último ano foi cuidar mais dos meus amigos de verdade, para sempre tê-los por perto, para durarem para sempre e não se perder no tempo.

Beijos, moça.

p.s.:ainda vou ser psicóloga!

carla m. 13 janeiro, 2009  

Mari, eu gosto dessa coisa de espírito de natal, mas realmente suga. Sem contar que já passei janeiro trancada em casa ligando pras pessoas que não atendiam.
Acho que com o tempo a gente amadurece as relações, evita os excessos de fim de ano e consegue desfrutar da calma e tranquilidade do verão (por aqui, com a cidade vazia) pra ver longamente as pessoas que na época do natal veria em cinco minutos sofridos.

Mas equilíbrio é difícil né?! exige se impor, e isso exige encontrar pessoas que respeitem... longo trajeto.

beijocas!!!

Su 13 janeiro, 2009  

Mari,
vc conseguiu me calar e voltar as velhas reflexões!!

Beijos, Flor!!!

\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/

Obaaa!!!
Amanhã tem boolo!!!

Marco Antonio 13 janeiro, 2009  

Ainda bem que do meu lado houve um equilíbrio de mercado.

E só para constar: eu odeio essas pessoas que anunciam no microfone.

Leonardo Stravalli 13 janeiro, 2009  

Pois bem... Obrigado pelas boas vindas!
Já fiz o post novo...
Divirta-se!
bjos!

Geminiana Doce 13 janeiro, 2009  

Vc analisou direitinho...
Concordo com vc em tdo que escreveu...
Muito bommmmm!!!
Bjos e Luz

Leonardo Stravalli 14 janeiro, 2009  

Obrigado pela troca!

Acho que se os chineses pudessem ler as opiniões expostas lá no blog, com certeza algo iria mudar na forma deles de pensar...

Bjos!

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP