"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

Carta a Vida

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Este post foi premiado pela

Vida,

você me escuta? Eu sempre te pergunto coisas e você nunca me responde na hora. Parece que gosta de me deixar esperando. Eu sei que não tenho cuidado muito bem de você. Nós éramos mais unidas antes - ao menos não me referia a você como parte externa de mim - e agora estamos tão dicotomizadas. Eu sei que te sobrecarrego, te deixo ocupada todos os segundos e quando podemos ficar juntas e curtir nossa relação eu durmo. Não reclame! Também fico cansada...

Sabe Vida, eu penso muito em você. Todos os dias, principalmente no ônibus. São quarenta minutos indo e quarenta minutos voltando, só pensando em você. Fico pensando o que farei de você, minha Vida. O que será de nós em poucos dias.

Sei que te maltrato, te culpo e vira e mexe digo que te mato. Mas Vida... tudo isso que digo e que faço é porque tu és o meu maior tesouro, meu presente e minha aventura.

Você é meu extasy, minha loucura, minha mania e minha caretisse. Não quero que esta carta tenha um tom de declaração de amor. Sempre que faço isso eu me arrependo. Não! Não é que você não mereça todo meu amor, inclusive tu já tens, mas é que eu generalizo muito as coisas, você sabe.

Não vou me desculpar dos dias que pensei e tentei acabar com você. Foi covardia, eu sei. Só que nessas horas de desespero tudo que a gente quer é resolver as coisas, covardemente ou não. Ainda bem que tu me lembrou de todas as coisas boas que já vivemos. Eu gosto quando você se justifica pela minha infância. Tempo bom...

Vida, você é importante e não adianta: de você não consigo fugir. Mas será que dá pra você me dar um tempo?

20 pessoas quiseram falar também!:

Su 23 setembro, 2008  

Que texto lindo!!!!!
Perfeeeeito deeemais...

"Sei que te maltrato, te culpo e vira e mexe digo que te mato. Mas Vida... tudo isso que digo e que faço é porque tu és o meu maior tesouro, meu presente e minha aventura."

Nuuus, Mari!
Parabéns...
Acho que vou usar sua carta e entregar pra minha vida...
Beijoooos, Flor!!

Ju Pietra 23 setembro, 2008  

Fiquei encantada com seu modo simples e direto de escrever, como se fosse um papo simples ou uma declaração (sem querer ser, como vc disse...)

Vou linkar, pra voltar e ler tudo com o tempo... leitura boa, sempre vale a pena..
Beijo

Zé do Cão 23 setembro, 2008  

Mariana, praticamente faltam 3 meses para deitar ao ar livros, apontamentos tudo.
Uma nova Drª uma vida à frente, uma esperança de sucesso.
Levantaremos nossas taças. Tenho pronto o Campagne francês pronto para lhe enviar para essa comemoração. Só necessito morada.
Creio que já tem meu mail, não?

Beijocas

carla m. 23 setembro, 2008  

Mari, quem disse que o caos não nos inspira.

Linda essa tua reconciliação com a vida... nunc apensei em fazer uma DR com ela, mas eu sou muito debochada pra isso!

lindo demais!

beijo

Camilla 23 setembro, 2008  

Lendo seu texto me lembrei de um outro que gosto muito, o qual diz que: "Aprende que não importa em quantos pedaços seu
coração foi partido, o mundo não para para que você o conserte. Aprende
que o tempo não é algo que possa voltar para trás."

E assim também é a vida, mesmo que pessamos um tempo, ela continua passando e passando. Temos que saber contracenar com os diversos momentos que ela nos coloca, antes que a cortina se feche.

Muito linda sua carta!

Bjos

=)

Luifel 23 setembro, 2008  

Sua carta me fez pensar. Ando precisando ter uma conversa franca com a minha vida também....

Bj!

Lúh <~ 23 setembro, 2008  

sabe...as vezes eu também tenho algumas discussões com a vida...mas acho que isso faz parte!
o que importa é não desistir nunca e continuar brigando e fazendo as pazes com a nossa maior dádiva!

bjiiim!

Nathália 24 setembro, 2008  

Minha filha, se a vida te der um tempo, você vai entrar em coma.
Se resolvam... Ora essa.

:D

.a nega do neguinho. 24 setembro, 2008  

Postado por ti e escrito tb?


Up vida tua!
Up!


=*

Marcelo Martins 24 setembro, 2008  

A vida nada mais é do que uma grande escola.
Nunca é fácil aprender e, geralmente, só aprendemos nos machucando. Por isso mesmo existem tantas pessoas que simplesmente escolhem não viver...
Essas não crescem e nunca vão compreender o real significado de viver.

Beijinhos

Flavinha 24 setembro, 2008  

Que emocionante, Mariana. A vida é assim mesmo, às vezes dá uns nós na cabeça da gente... mas depois ela mesma se encarrega de desfazê-los e de mostrar o quanto é bonita.

Beijo, moça :)

Leonardo Werneck 24 setembro, 2008  

Bela carta a você mesma!

Viva bem com tua vida.

Beijos

Narradora 24 setembro, 2008  

Vira e mexe a gente tem mesmo que levar um papo com essa dona...
Bjs

Su 25 setembro, 2008  

Bom dia amiga qrida!!!
Passando pra deixar um beijo e dizer q tem um presentão pra vc lá em meu porto!!!
Beeeeeeeeijos

Drêycka 25 setembro, 2008  

Reflexivo, escrever sobre duas coisas que na verdade são uma, não se separa...

; ) bjs

Pedro Favaro 25 setembro, 2008  

Se ela conseguir te dar um tempo, vc me explica para que eu convença a minha?

Ultra Violet 25 setembro, 2008  

Eu sempre penso na minha Vida e no quanto eu acho que deveria mudá-la. Mas, minha Vida nunca muda...

tem coisas que a gente sempre faz igual.

Bjs.

Junkie careta 25 setembro, 2008  

O último verso me confundiu se vc não poderia talvez estar falando de alguém:

"Será que dá pra você me dar um tempo".

De qualquer forma, em ambos os sentidos é uma belíssima carta.


Grande abraço

B! 25 setembro, 2008  

Cara, que texto PERFEITO!
Engraçado, falar da vida é o mesmo que falar de nós mesmos, dos outros, de tudo. Eu amo a minha vida, ela é meu tesouro como você mesma disse. Parabéns, seu blog tá lindo! Beijos.

Mary West 28 setembro, 2008  

Sei lá, acho que as vezes a insegurança faz bem, nos deixa mais perto do chão.

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP