"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

Aqui não é casa de caridade!

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Médicos não são saudáveis
Psicólogos não são esquilibrados
Advogados não são justos...

Tem dias que a gente acorda com vontade de dizer alguma coisa. Hoje é um desses dias. Com a sutil diferença de que não sei exatamente o que dizer.

Há três semanas atrás, como denuncia o feed do blogspot, eu escrevi um texto entitulado Egoísticamente, lágrimas minhas, no blog Lágrimas de Amigos. Como foi o último texto postado lá, ainda recebo alguns comentários. E sempre que recebo novos comentários eu acabo por retomar a leitura de minha própria escrita. É bem óbvio dizer que não estou mais me sentindo daquela forma como me descrevi no post. O tempo passou, algumas coisas se encaixaram e a próxima TPM ainda não chegou.

O interessante é que, cada vez que recebo um comentário sobre aquele post, eu estranho. Como se eu revivesse sem intensidade algo vivido com intensidades absurdas.

Eu realmente não sei o que dizer, mas preciso dizer alguma coisa. É insano isso.
Neste mundo de blogs, entre tantas visitas, tantos textos, tantos comentários, amizades e inimizades, tem coisas que gosto muito e tem coisas que eu destesto muito.

Já falei disso inúmeras vezes. E pretendo falar de novo porque tenho visto isso em uns blogs amigos e no meu também: "A busca pela popularidade virtual". Me irrita, me incomoda.

Primeiro porque se cada um tem o SEU tão amado blog, porque não vai jogar confetes e serpentinas por lá? Esses aventureiros em busca da popularidade perdida, vivem escrevendo textos reclamando da vida, e vai no blog dos outros se fazer melhor e mais bem resolvido? Não tenho paciência.

Porque será que é mais fácil se engrandecer perto de alguém que se julga menos, do que se engrandecer para si mesmo, correndo o risco de ser escurraçado do próprio lugar?

Eu sou uma mulher, ainda muito menina, que tem seus altos e baixos, defeitos e predicados. Não preciso sair por aí exibindo minhas belas coxas e outros atributos para me sentir mais poderosa que outras mulheres. E preciso muito menos de comentaristas que freqüentam meu blog para amaciar o próprio ego.

O meu blog não é uma casa de caridade, onde o foco é o bem estar do outro. Está mais para templo de sociedade secreta, cheio de rituais, mistérios e que sobrevive com uma dinâmica totalmente individualista.

15 pessoas quiseram falar também!:

Three Love´s 09 setembro, 2008  

ops... tem certeza que a TPM ainda não chegou? rsrsrsrs...
É, tem dias assim, um desespero por falar, gritar...

b.e.i.j.o.s. para você

cacá 09 setembro, 2008  

oie
to te add ok

Zé do Cão 09 setembro, 2008  

Pois minha querida, não tentei engrandecer o blog à conta de ninguém e muito menos à conta de caras bonitas. Tenho seguido o lema de criar boas amizades, sem maldades nem duplos sentidos. A Vida é extremamente curta para a podermos desperdiçar, mas quando encontro um blog giro, bem escrito e com conteúdo, claro que me aproximo dele.
E quando a sua proprietária é simpática, e retribui, então sempre até agora soube ser cavalheiro.
Por exemplo, não estou esquecido que no fim de ano, mesmo à distancia, hei-de beber um champagne francês, com você em comemoração de dar por acabado seu curso.

Beijocas

Dama de Cinzas 09 setembro, 2008  

Gostei muito do texto... eheheh

E concordo bastante contigo!

Beijos

Nathália 09 setembro, 2008  

Meu blog é inútil, mas é uma inutilidade que me faz muito bem.

:*

Aline 10 setembro, 2008  

Amiga, faz igual eu, manda todos esses infelizes se f...! É tou numa de deixar o dedinho sempre naquele botãozinho mágico! rs...

Bjm

Su 10 setembro, 2008  

Ei, Mari esquenta não!!!
O blog é seu e vc tem direito de falar e fazer o que qzer, e como vc mesma disse, a maioria são aventureiros em busca de "popularidade inútil"

E a propósito, adorei o novo lay!!!

BEijoooooooooos, minha Terapeuta!!!

Camilla 10 setembro, 2008  

Porque será que é mais fácil se engrandecer perto de alguém que se julga menos, do que se engrandecer para si mesmo, correndo o risco de ser escurraçado do próprio lugar?

Boa pergunta! Tem muito tempo que estou à procura dessa resposta.

Quando souber, por favor me avisa!

Pedro Favaro 10 setembro, 2008  

Cada um no seu blog.
Popularidade virtual me dá sono.

Zé do Cão 10 setembro, 2008  

Pois Mariana, oportunamente necessito de sua morada, para lhe enviar de França o "Champagne" um curso superior é coisa de uma vez na vida.
Por sinal um de meus filhos tem dois.
Psicólogo
e Eng. informático
encontra-se em Oulu na Filandia, tirando mestrado.
Sargentonoactivo@yahoo.com
Beijocas

Leonardo Werneck 11 setembro, 2008  

Popularidade virtual é pra quem no fundo nem sabe quem ele é, é uma pessoa digna de pena.

Bom texto Mariana.

Beijos

Narradora 11 setembro, 2008  

Tenho achado interessante a experiência do blog, um espaço que permite um outro tipo de interação. A chatice que as vezes aparece, não estraga o resto.
Bjs moça.

*Raíssa 11 setembro, 2008  

Disse tudo, Mari! Cada um tem o seu blog, então mostre-se nele, não no dos outros, é desnecessário.

Não só nos blogs, mas em fotologs e orkut também, sempre tem gente querendo ser virtualmente popular. Tá, né.

Beijos!

Flavia Melissa 11 setembro, 2008  

é amigaaaa...

texto perfeito, isso já rolou no meu cafôfo também... mas é bem normal, pelo menos eu acho... gente carente querendo aparecer é o que mais tem no mundo, então... relaxa, gata.

relaxa and enjoy, adorei o layout novo do cafôfo!!!

beijos e saudades :)

Juliana.Campos 12 setembro, 2008  

Vai ver a terapeuta deles também tava de férias e vieram parar por aqui!
Eu passei mesmo só pra dá um alô e dizer que o texto tá muito bom! [concordo!]

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP