"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

Não se aproxime!

domingo, 1 de junho de 2008

É que não estou cheirando bem. Estou exalando meu pior perfume. Como um animal que se sente ameaçado, acuado, estou exalando meu cheiro fétido, colocando os espinhos para fora e mostrando os dentes.

Estou regorgitando todas as palavras. Arranhando minhas víceras, pensando que posso arrancá-las com as poucas unhas que me restam. Eu olho no espelho me estranho comigo mesma. Arrepio os pelos, faço sons distanciadores. Como se eu precisasse me dizer que não me quero mais assim. Assim com cheiro de quem gosta de proximidades. Quero ser sem cheiro. Sem presença, sem marcas, sem nada...

Não se aproxime de mim, eu vou machucá-lo. Eu vou ferir seus sentimentos, vou colocar alcoól no seu corte. Eu vou te olhar nos olhos e você verá o que, realmente, significa a palavra decepção.
Acredite em mim e siga o meu conselho: Não se aproxime. Pelo menos, não por enquanto.

12 pessoas quiseram falar também!:

Ultra Violet 01 junho, 2008  

às vezes o aviso de "não se aproxime" surte o efeito contrário. É o poder do "não". O mistério e o perigo nos fascimam. Vemos todos os avisos pregados na porta, mas insistimos em abrí-las.

Belo texto.

Bjs.

.a negra. 01 junho, 2008  

E nem sempre lhe escutam..
pq qto mais vc qr o -afasto- mas aproximam-se!

=]


arrasou mulher!
Beijus

ANGELO ALFONSIN 01 junho, 2008  

Volte sempre, entre sem bater, a casa é sua.
Também gostei muito daqui, o milagre da internet é esse um mundão de gente querendo ficar mais gente ainda, e a única possibilidade é com troca de afeto e mais afeto.
beijo

Mari Vianna 01 junho, 2008  

Bom, eu precisava comentar .. :s

sei la, nao sei se é uma boa terapia, mas você pode desabafar comigo. Talvez desabafando com desconhecidos você solte aquilo que você tem mais medo de todos a sua volta verem. Eu nao ando nos melhores dias, também. Pode perceber pelos meus textos :/

bom.. qualquer coisa, ja sabe .
vou te linkar tambem!

Um beijo!
SE CUIDA!

.Intense. 01 junho, 2008  

Acho que nunca comentei aqui - mas já tem um tempo que eu ando lendo. Cheguei aqui pq o título do blog chamou minha atenção, e fiquei lendo lendo lendo...mas o post de hoje, me deu vontade de comentar.

É exatamente como eu me sinto, mas eu não queria que não se aproximassem. Só queria que se aproximasse alguém que pretende aliviar as coisas de alguma forma, se possível. Meus olhos enxeram d'água e, eu não chorei. Parece que está tudo seco por dentro. Putz. Tanto tempo sem me sentir assim.

...

Nathália 01 junho, 2008  

Olha, você pode estar toda azedinha e parará, mas eu ainda te pergunto: Quer se casar comigo?

Hahahaha
Poxa, nunca vou esquecer dessa incrível coincidência. É que eu amo quando isso acontece. :D

Beijo!

Juliana Gulka 01 junho, 2008  

Vai morder?
Huahua
Espero que esteja tudo bem!
Beijos

Vinícius Aguiar 02 junho, 2008  

Seria isso um desejo enrustido de ter alguém por perto, misturado com o medo de não suportar à tentação e arrepender-se depois? Esse texto permite diversas interpretações, mas acima de tudo demonstra mais uma vez sua incrível capacidade de lidar com as palavras!!
Parabéns Mari!

Ana Laura 02 junho, 2008  

Parece que fui eu quem escrevi. De verdade! Agora acredito naquela história de irmãs-macabras e tal. hahahaha...
É que queria escrever isso numa placa bem grande e pendurar no pescoço pra que alguém perceba que o que eu quero é DISTÂNCIA!

Lindo texto!

Beeijo.

Flor 02 junho, 2008  

esta tudo bem??
boa semana... beiju
vou te linkar

Ciça. 02 junho, 2008  

Tem vezes que tudo que queremos é ficar bem longe de todo mundo. Pena que muita gente NÃO entende!


:*

candy 04 junho, 2008  

Ah, tem dias que é assim mesmo!
Tudo que menos queremos é que se aproximem... e adivinha oq acontece...
pluft!
chove de gente...

*gostei bastante do texto. Intenso.

;**

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP