"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

Aqui dentro e lá fora...

segunda-feira, 28 de abril de 2008


Descolo de mim
Como um adesivo
que fica muito tempo ao sol.

Lá fora há um dia por terminar
Outro por nascer.
Há tantas faces
Molhadas em lágrimas
Desenhadas de sorrisos,
talvez haja também alguns corações sangrando,
talvez até haja luz se a lua não adormecer.

Ouço-me por dentro
Nestes sentimentos
que tão discretamente escondo

Aqui dentro, por dentro...
daquilo que teimosamente sou.

Lá fora tudo parece mais facil de sentir
tudo está tão longe...
Mas, cá dentro,
será que meus olhos ainda conseguem ver?

8 pessoas quiseram falar também!:

Susanna Martins 28 abril, 2008  

Parece que é tão difícil a gente se soltar, sair da monotonia que é o nosso interior e começar a voar. Olhando daqui de dentro parece que é tudo mais fácil, agora quando tento sair, bate aquele medoo! Não sei se vou aguentar!!!
Lindo poema, intimista e parece que meio pessoal? rs
Belas palavras minha cara!
Abraços,
Susanna Martins

WILLIAM (Penso, Logo Escrevo...) 29 abril, 2008  

Valeu pelo comentário no meu blog.
Volte sempre!!!

Marcelo Martins 29 abril, 2008  

Pois é...E para nos enxergarmos por dentro, precisamos mesmo fechar os olhos.
Ver o que somos depende apenas do nível de sensibilidade que conquistamos.
E também de muita coragem...

Beijinhos.

Igor Lessa 29 abril, 2008  

Em caso de dúvida, experimente óculos coloridos. A vida não pode perder as cores, eu acho...

Muito belo post, Mariana!!
René Magritte a imagem, né?! Um dos meus preferidos.

Vida em Palavras 29 abril, 2008  

Adorei a frase " lá fora há um dia por terminar e outro por nascer" é preciso enxergar o lado de fora!!! Adoro passar por aqui!! bj

Salve Jorge 29 abril, 2008  

É que aqui dentro
Não há um centro
Apenas estradas
Futuras e passadas empreitadas
E lá fora
Sempre um agora
Tantos vão-se embora
E por isso
Ou por eles
Alguém chora
Um rosto cora
Parece réles
Só mais um sumiço
Mas é a premissa
De mais um reinício
E de um diálogo antagônico
Entre um eu lacônico
E um mundo inconstante...

Lorita 29 abril, 2008  

É amiga, bom a gnt fzr poesia de nossos dilemas e incertezas...

bjm terapeuta poeta

Nataliinha 29 abril, 2008  

'Descolo de mim
Como um adesivo
que fica muito tempo ao sol.'

Q legal . Vc que fez ??

Bjs =)

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP