"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

O quinto fim de semana.

terça-feira, 29 de abril de 2008

Passou um lápis no olho, colocou uma roupa que cheirava loja. Tirou os óculos e soltou os cabelos.
Olhou-se no espelho e admirou a bela mulher que se escondia por trás de tantos estereótipos. Buscou um por salto confortável. Caminhou pelo corredor umas três vezes, indo e vindo. Olhou para a pilha de livros que lhe esperavam ansiosamente serem devorados. Conteve-se. Continuou a caminhar defronte ao espelho.
Falou alguma coisa para si mesmo. Foi interrompida por um chamado: "Thereza, tá falando sozinha?"
Olhou para o espelho mais uma vez e sorriu. Prendeu o cabelo em coque. Colocou seus óculos de armação vermelha. Trocou o salto por uma Havaianas azul marinho, tamanho maior que seu pé. Pé um pouco maltratado pelos sapatos. Tirou e estendeu sua roupa cheirando loja. Vestiu uma camiseta velha, dessas de propaganda política. Deixou o lápis no olho. Isso lhe trasmitia poder.
E pelo quinto fim de semana consecutivo, Thereza sentou-se no colchão fundo da sua cama e leu. Leu impiedosamente uma pilha de livros que pareceram mais interessantes que uma noitada.

14 pessoas quiseram falar também!:

Geminiana Doce 29 abril, 2008  

Oi...Estou de volta!!
Me vi na TEREZA AGORA,HÁ UNS 3 anos atr´z quando cursava Direito,isso antes de largar tudo e ir estudar teatro em S.P.
Bjos e lUz

Dama de Cinzas 29 abril, 2008  

Thereza poderia ter afundado no colchão e lido livros e livros, mas não deveria ter tirado o vestido novo, prendido o cabelo e etc... Ela deveria ter deixado pelo menos a linda mulher florescer, nem que fosse em quatro paredes, sozinha...

Beijos

Ciça. 29 abril, 2008  

Senti uma tristeza por causa da Thereza. :/
Vou te linkar pra voltar aqui mais vezes.


:*

Vinícius Aguiar 29 abril, 2008  

Olá Miriam, pela primeira vez visito seu blog e achei genial! Muito bem elaborado, bem desenhado e acima de tudo, com muito conteúdo, o que é o mais importante! Parabéns, já te linkei!

Vinícius Aguiar 29 abril, 2008  

Opa, desculpa... Mariana seu nome!
hehehehe
bjs!

Anônimo,  29 abril, 2008  

emprestou teu óculos de armação vermelha pra Thereza??

Rodrigo Fernandes 30 abril, 2008  

que texto ótimo...
eu já relacionei esse texto com as várias 'viagens' que as vezes faço em casa, me sentindo um profissional formado, com família.. ou tbm as vezes que treinava antes de fazer as reportagens de rua na frente do espelho como se estivesse ao lado do entrevistado.. ahaha, fico imaginando como seria se o meu espelho falasse...hehehe... provalvemente teria que suborná-lo para ficar calado, rs...
Mas os eu texto é ainda mais interessante, fala sobre a ambição feminina, seus valores, suas belezas internas... excelente...
beijos

Liz / Falando de tudo! 30 abril, 2008  

Ah, Tereza...precisas saber se dividir entre os livros e uma noitada com os amigos...o tempo ta passando...tic...tac...
Adorei se texto, ele me lembra alguém que eu ja desejei ser...
Vim te agradecer pela visita no meu blog, te deixar um carinho e dizer que sua presença é muito importante por la!
Va também conhecer meu blog "Vida em Fotos", ele é todinho cheio de slide com fotos, espero que gostes, fiz com muito carinho...
Abraços.

Bianca Rieth 30 abril, 2008  

devorar livros é muto bom, mas concordo com a Dama, ela devia ter continuado com as mesmas roupas, nem que fosse para ela mesma...


é bom se sentir poderosa, mesmo estando só, os livros lhe acompanahm =)

beijos

Nathália 30 abril, 2008  

Minhas escolhas dependem diretamente do meu estado de espírito. E eu sou absurdamente inconstante. Rs

Beijo!

janao 30 abril, 2008  

É There... Digo, Mariana voc... digo, ela sabe o que faz. Devorar livros é um programasso de FDS alimenta o espírito e mata o tempo de ócio - genial. ;)

Igor Lessa 30 abril, 2008  

Sabe... Os livros, dependendo de quais, têm muita relação com as baladas. Ao menos os meus futuros livros, pois estes terão muitas histórias embasadas em emoções que aconteceram em baladas. E... também já fiz baladas baseadas em livros.
E... No fim das contas, gosto muito de baladas. E de livros.

O que eu queria mesmo dizer é que gostei do seu texto e que você podia escrever um livro! =D

Mary West 03 maio, 2008  

Oi? Cabei de mudar meu nm para Thereza.

Adorey seu blog.

Juliana Gulka 04 maio, 2008  

Queria me sentir poderosa igual ela... mas.. mas..
é, queria.

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP