"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

Todas, menos qualquer uma.

domingo, 30 de março de 2008

Uma coisa que eu tenho certeza que eu não sou é qualquer uma.
Sou do tipo muitas. E dessa forma, não tem coisa que me irrite tanto quanto me colocar no mesmo nível de qualquer uma.
O foco da minha raiva é a fofoca. Tem nada a ver com amores, romances, vidas conjugadas ou essas coisas muito sentimentais. Tem a ver com o péssimo hábito humano de compartilhar informações que se iniciam com "me falaram".
Quem falaram, pô? Começa aí o problema. Se alguma coisa não tem autor, pode ser de qualquer autor e, o que é de qualquer autor é de todo mundo e, o que é de todo mundo, provavelmente, não é verdade. A unanimidade é burra.
Eu tenho algo que atrai fofoqueiros. Talvez minhas espontâneidade e minha quase, vale ressaltar aqui o quase, não importância para que os outros andam dizendo.

Eu posso ser maluca, posso ser séria, posso ser sincera, posso ser extravagante, posso ser discreta... Eu posso ser todas as mulheres que eu quiser, menos qualquer uma.

Bom, quem me conhece sabe que tipo de mulher eu sou e, isso deveria me bastar para não me incomodar com as fofocas. Mas não basta. Ainda mais quando o "me falaram" perpassa pela imaginação de amigos meus.

Estou irritada, chateada e um pouco magoada. Passa, eu sei que passa.


"Guarde sua língua e livre tua alma da angústia..." [Provérbio]

1 pessoas quiseram falar também!:

Nathália 30 março, 2008  

Foi o que dissemos ontem, no msn: particurlamente não consigo repassar fofoca, simplesmente esqueço.

E sou bem assim como você, atraio fofocas absurdas pelo fato de não me importar com quem fez ou disse o que.

Já dei meu conselho: garrafada na cabeça! Hahaha.

Beijo!!

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP