"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

Hello, Stranger!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Já assistiu Closer- perto demais ? É um filme que ao mesmo tempo que amo, odeio.

Amo pelo significado que ele me remete. Odeio porque os personagens são tão infiéis, cínicos, tão reais.
A história é tão fiel à realidade, a dura realidade de um relacionamento, que chega a doer.

Aquela música: " I can't take my eyes of you.." (não consigo tirar os olhos de você), seguidos de traições, inverdades, declarações de amor e mais traições, são escrachadamente a realidade amorosa. Uma teia de contradições. Amor tamanho, respeito mínimo. Desejo, distância. Idas e vindas. Sumiços. Retornos. Saudade. Indiferença. Prioridade. Falta de prioridade. Lembrança. Esquecimento. Palavras lindas ditas. Atitudes zero.

"Hello, stranger!" ( Olá, estranho/desconhecido)- uma das falas que me encanta.
O desconhecido fascína, hipnotiza. Quanto mais desconhecido melhor. Menos contato, menos dor.

Quanto mais as pessoas te conhecem e você se permite gostar delas, mais elas sabem como te machucar.

Desconhecido. Desconhecida. Seja quem for. Falo do filme para não falar de mim.

Veja o trailler.

5 pessoas quiseram falar também!:

Bruna,  13 fevereiro, 2008  

Amry adorei seu blog vo passa aki sempre...
Quanto ao seu texto, muito bom.

Vini,  13 fevereiro, 2008  

Novamente eu aquii!!..

Desta vez um post meio triste hein Mary,

mas é assim que funciona ne =X espero por um post de felicidade aqui.

bjaoo

Leonardo werneck 13 fevereiro, 2008  

gosto muito desse filme. Passei a gostar muito mais dele por causa de uma certa pessoa...


abraços

Adriana 14 fevereiro, 2008  

Eu AMO de paixão esse filme. Já me inspirou várias conversas e posts. Trata do amor de forma nua e crua, mas real.

Sempre digo que o desconhecido é uma fonte inesgotável de possibilidades. Talvez porque o desconhecido abre portas nunca abertas, porque vc tem a liberdade de ser o que é, sem medo de julgamentos, já que o outro não tem nenhum referencial sobre vc.

"Quanto mais as pessoas te conhecem e você se permite gostar delas, mais elas sabem como te machucar. "

Essa frase foi perfeita, adorei teu blog. Vou te linkar tb.

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP