"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

Coisa chata, gente!

segunda-feira, 22 de março de 2010

Fazia um tempão que não visitava meus blogs queridos. Motivos? Inúmeros...


Mas esses dias andei visitando. Li uma porção de posts, inclusive alguns antigos, afinal tem blogs que eu gosto muito e passo horas lendo e até relendo. Comentei em poucos, é verdade. Não se importem com isso, ok? Eu não ando tendo muito o que acrescentar...

Continue lendo >> 



Acontece que te visitei e sei que agora você tem um novo amor, que você terminou com o seu antigo, e que você está feliz sozinha, e você não acredita em amor. Vi que você está super ocupado, que você se preocupa com sua cidade, você com seu futuro. Li que você anda confuso, que adora o twitter, que odeia a internet lenta. Soube que você inventa histórias, que você sabe métrica, que andou olhando estrelas. Também vi que tu anda preguiçoso, que precisa de dinheiro, que ainda chora pelo ex, que idolatra o namorado, que aprendeu a se amar. Vi cada coisa que nem queria ter visto, mas em todo caso: eu soube de você... e é isso.

Eu só queria entender, porque mesmo gostando de blogs e eventualmente lendo meus prediletos, isso tudo ficou tão chato? É tão chato escrever... tão chato comentar. Tão chato que as vezes paro no meio, mal termino a leitura e vivo acrescentando mais um rascunho para minhas Postagens.

Porque, graças a tudo e ao bom Deus, hoje em dia é mais legal ficar aqui fora. Visitar aí é dentro as vezes é bom: mas é chato. É chato não conhecer pessoas legais pessoalmente. É chato ser 'invadida'. É chato precisar medir as palavras, porque existe uma profissão delicada e existe uma internet sem dono. É chato ter medo de dizer o que se pensa. É chato não acreditar em segredos....

E eu podia até anunciar que o blog pára aqui. Mas eu sei que ele não vai. Eu sei que quando eu estiver cheia de sonhos eu vou registrá-los aqui. Eu sei que quando eu estiver cheia de raiva vou rasgá-la aqui. Eu sei que quando tudo aqui fora tiver muito mais chato, eu vou voltar aqui e vou escrever sobre Thereza.

Mas sabe... isso aqui anda chato demais!

8 pessoas quiseram falar também!:

João Guilherme 22 março, 2010  

prefiro assim, sem thereza!

a vida real é mto melhor =D

Matheus 22 março, 2010  

Assim como aquela lagarta que passou uma vida inteira comendo folhas e se fechou em um casulo, está mais do que na hora de você estourá-lo e se tornar a mais bela borboleta de luzes em suas antenas, voe o mais alto que puder e busque as novas experiências em novos campos, beije as mais bela flores e pouse naquele que te espera a tempos! Voe mariana, voe minha prima, voe como uma borboleta que acabara de sair de seu casulo!

Dama de Cinzas 22 março, 2010  

Todos nós temos nossas crises com blogs...

Tem dias que me pergunto o sentido de tudo isso. Tem dias que leio os blogs e não comento... Tem dias que acho tudo uma chatice sem sentido... Mas isso é mais um reflexo de como ando me sentindo... Eu deixo pra lá que depois eu melhoro... eheh

E vou seguindo com os blogs, sem me cobrar tanto... rs

Beijocas

Douglas 22 março, 2010  

Mariiii, toda sorte do mundo pra ti, seja aqui, la ou aco la, so nos mesmos sabemos a hora de mudar, por mais tempo que leve, é isso beijos mari, conta comigo sempre

Marco Antonio Araujo 23 março, 2010  

Somos todos tão chatos... às vezes é que demora memso pra ficha cair.

Quase escrevi um nanoconto usando aquela ideia da chuva, como escrevi o poema. Mas aí lembrei... seria plágio duplo! hahaha

Accácia 23 março, 2010  

Oi!
Acabei de cair por aqui e gostei principalmente da tua sinceridade!
Por vezes enche o saco mesmo escrever,mas se vc for como eu,viciada em palavras,elas não somem simplesmente!Ficam ali,na tua cabeça,esperando a tua paciência voltar pra colocar tudo no papel(no caso na tela...).
Espero que esse mal humor com o blog seja breve e que eu possa te acompanhar de hoje em diante!
Passa lá pra me visitar se quiser!
Se não quiser vou entender mesmo assim!
Beijo!

Amigao 23 março, 2010  

Oie
Quanto tempo não passo por aqui.
fiquei mais de um mês sem postar nada no meu blog pro falta de tempo. Eu continuo gostando mas lamento a falta de tempo pra visitar todo mundo.
No fundo,o que torna tudo tão chato é o compromisso de ter que visitar e comentar.

Um beijão pra voc~e.

Juliana Mendes 23 março, 2010  

aaii, tbm já parei um tempo quando estava muuuuiiitttttoooo feliz..
a tristeza nos faz conhecer novas pessoas, é institivo!
tristeza chama desabafo...
:S

mas é sempre bom voltar ao blog..
falar sobre o problema..
e tem aqueles, que transformam em poesia! =D

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP