"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

De que você é feito?

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Sabe qual a diferença? Eu não dou gritinhos! Eu não saltito. Eu até já tentei, mas eu não levo jeito para ser de borracha, sabe?

E reconheço que não ser de borracha me traz alguns infortúnios, ainda mais quando o grupo social que estou inserida é totalmente emborrachado. O problema maior, é que eu não consigo simplesmente me retirar e pronto. Antes de sair eu falo. E não ser de borracha entre tantas, é complicado.

Nesse mundo-de-meu-Deus tem muita gente de borracha!! E me cansa. De verdade me cansa. Me soa tão falso, tão superficial, tão ... borracha!

Acho que sou de vidro: sou transparente e cortante. E eu quebro! Em altas temperaturas me derreto (rs). Vidro custa caro. Objetos de vidro necessitam de mais cuidados.

Mas isso não importa...

16 pessoas quiseram falar também!:

Vivica Bolacha 20 abril, 2009  

Eu costumo ser um tanto politicamente correta. Mas confessor que muitas vezes queria ter mais coragem pra falar 'explodir', falar as coisas na cara mesmo.

Beijos

Afobório. 20 abril, 2009  

olá.

acho que precisamos cortar as borrachas.


sorte e luz.

20 abril, 2009  

O mais engraçado de tudo foi que quando li o titulo do que voce é feito eu respondi em voz baixa "de vidro"
Me sinto igual e levo fama de ser "sincera demais", entre ser de borracha ou de vidro, prefiro ser um belo vidro...borracha estica e por esticar acaba perdendo sua flexibilidade. Borracha chega uma hora que não faz mais efeito...e precisa ser trocada. Eu não aguentaria ter que ser substituia...rs

bjs

Drêycka 20 abril, 2009  

Gostei da comparação: borracha, vidro... bem legal!

:D

☆ Sandra C. 21 abril, 2009  

só espero que não seja do tipo de vidro que trinca fácil..

eu queria mesmo era ser de ferro.
mas ultimamente ando achando mesmo que sou um metal líquido.

Nathália 21 abril, 2009  

Bom, de borracha eu não sou...
Mas também não sei se sou de vidro. Ai, peraí que vai começar a crise existencial. Mimimimi

Hahaha
Beijo!

@line-;-- 21 abril, 2009  

Eu sou de barro, só presto e sou firme se me levarem ao forno, calienteeeeee! hehehehe

Bjm

Jéssica 21 abril, 2009  

A nossa essência pode ser complicada demais, mais ela mostra o que somos, e não devemos tentar ser outras coisas, só para ser politicamente normal.
Eu também não consigo ser borracha, eu falo, eu dou a última palavra, eu esperneio, porque é melhor ser assim, do que ser algo superficial, falso...não é, flor?
Ser vidro é bem mais legal, concordo com você!
Beijo

Fabiana 21 abril, 2009  

De vidro não sou. Nem borracha. Outra opção?

João Guilherme 21 abril, 2009  

vidro é o q há!!

o q acontece é que mtas pessoas q são de borracha tentam ser de vidro, mas não conseguem..

como vc disse, ser de borracha é ser falso, as vezes até demais..é ridículo..

vc não colocaria uma foto em um porta-retrato de borracha, bem menos usaria um óculos de borracha..

ngm precisa dar gritinhos e nem saltitar para aparecer..

putz..
adorei..

bjoss

=D

Su 22 abril, 2009  

Realmente eu não sou de borracha, também não consigo sair de um lugar sem antes falar e falar... Não apago rabiscos humanos e nem fico ali sem ser notada.
É completamente frio e falso aqueles que dizem ser borrachas...

Beijinhos, minha flor!!!
Vc tá bem??

alex e! 22 abril, 2009  

...pois é, e o que mais me entristece é ver que esses seres-borracha cada vez mais multiplicam-se, zunindo no ar e arrebentando os seres-vidro que, cansados desse estilhaçamento contínuo, cada vez menos recompõem-se, e passam a se emborrachar...

bju do alex....

Flor 22 abril, 2009  

ser de vidro é dificil... tb me canso com tanta gente falsa, que finge q as coisas nao tem importancia, sendo que no fundo falam mal pelas costas, eu fala na frente... mas prefiro ser de diamante...rs...
beijooo.... aguardo vc no meu blog!

*Raíssa 23 abril, 2009  

Acho que sou de vidro também, mas às vezes uso um fumê para ninguém perceber o que está acontecendo aqui dentro. E não suporto pessoas de borrachas.

Beijos!

Felipe 24 abril, 2009  

Sou de gelo... não, gelo é foda, frio, mas derrete muito rápido! Não sou assim. Hum... num sei de que eu sou não Maris!!!
Beijo

naninha © 26 abril, 2009  

Adoro teus posts..
Principalmente por ser uma futura psikologa!!
^^
Tem selinhos pra vocee no meu blog amore..
beijos.

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP