"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

Pele e peito

terça-feira, 17 de março de 2009

E anestesia vai se diluindo no corpo. O corte foi feito e costurado. Anestesia local: sem dor, assistindo a tudo. Bastou os olhos verem, para tudo sentir. Não doía na pele, doía no peito. Agora não dói no peito, dói na pele. A anestesia vai se diluindo no corpo e a cicatrização é sentida. Coça, arde, incomoda.

A comprovação que o corte foi fechado, a demonstração que ocorreu tudo bem na retirada daquilo que adoecia. Não faça movimentos bruscos, o corte pode abrir! A cicatrização acontece pouco a pouco, e a medida que a anestesia se dilui, percebe-se que a dor era inevitável. Adiada pelo medicamento. Promove suporte.

E então com os olhos sempre abertos, retira-se o curativo e desata-se os pontos. Fechado. A marca ainda continua lá. Não dói na pele, dói no peito!

13 pessoas quiseram falar também!:

17 março, 2009  

A cicatriz demora para fechar...fecha por fora e às vezes finge que fechou por dentro. Só você sabe o quanto ela mexe e se remexe...
Mas o bom é ver que por mais profundo o corte...ele tem CURA

Éverton Vidal 17 março, 2009  

Sim.
Sara... sempre será. E com a dor sempre vem um novo olhar...

Bj.

Junkie careta 18 março, 2009  

Li alguém que dizia que as pessoas adentram as portas da verdade por dois motivos: pela razão e pela dor. Segundo o autor, por limitações espirituais, acabamos sempre optando pela dor. Um dia eu ainda aprenderei pela razão...

Aproveito pra te dizer que voltei a escrever.Tô falando de pessoas intensas como vc no meu último post, e do preço que se paga por isso, e as consequências que essa intensidade tem nas nossas vidas e na de quem nos rodeia.Apareça quando tiver um tempinho

Bjo

Amigao 18 março, 2009  

Fiz uma cirurgia em dezembro. Anestesia, retirada do que incomodava. Dor, pontos, cicatriz.
Passou, mas há uma cicatriz sempre a lembrar.

Beijão do amigão

alex e! 18 março, 2009  

...sabe, Mariana, antigamente eu era completamente avesso a cicatrizes, quaisquer que fossem. Sei lá, achava que eram uma injustiça... hoje penso de modo diferente, chegando ao cúmulo piegas de dizer que são como "troféus" daquilo que passamos, ou, se não isso, lembranças encarnadas a fundo e à flor da pele: cicatriz é como flor da pele....

bju do alex...

Nataliinha 19 março, 2009  

"Anestesia local: sem dor, assistindo a tudo."

Ameiii Mari !

Beijoos =)

TAIS MOREIRA 19 março, 2009  

Adorei o post, muito bom!
Gostei, mesmo!!^^
Beijos

Su 20 março, 2009  

E eu tenho uma cicatriz apenas para lembrar que anestesia incomoda!! Mas há renovações!

Beijooos, FLor!
Saudade demais de vc

. Laura 21 março, 2009  

Vai sarar, mais a cicatriz vai está lá e toda vez que olhar, um filme concerteza passará, talves sorria porque já superou, MAS talvez lágrimas pecorrem na face ...
beijos, amei muito o post
mecheu bastante comigo .

Marco Antonio 22 março, 2009  

Ainda resta a dor da lembrança... é bem mais branda mas a cicatriz não nos deixa esquecer...

R. 23 março, 2009  

O problema da cicatriz é que o ferimento vai mas fica a marca, né?

mirianne 25 março, 2009  

\o/
outra psicóloga blogueira, de 22 anos, que gosta de Teatro Mágico!
:-)
gostei dos textos!
bjo.

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP