"Sou eu que começo ou é você que começa? [...] Sou eu que começo! [...] E eu começo como? Eu vou falando por ordem cronológica ou o que me vier na cabeça?"
(Mercedes, personagem de Lília Cabral - Divã, 2009)

O blog mudou no formato. Os textos mais recentes estão abaixo e podem ser lidos na íntegra clicando em Read more... no final de cada postagem.

O restante das postagens estão disponíveis nos links a esquerda. Utilize a ferramenta de busca ou as tags.

Fique a vontade. E volte sempre!

Então...

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Passou rápido esse momento solidão. Voltei.
Como é difícil a gente lidar com as perdas, né. Para mim nunca foi algo muito fácil. Eu tenho apego fácil nas coisas e as pessoas.
Eu tenho uma professora que é uma pessoa a qual eu tenho grande admiração. Não é uma professora qualquer, dessas que apenas passa pela vida da gente. Acho que posso dizer que ela é peça fundamental da minha formação profissional.
Há três anos atrás, quando a conheci, fui cheia de expectativas para sua supervisão. E fui correspondida. Desde aquele ano, a minha admiração e respeito só tem aumentado. Foram supervisões, atendimentos, mais um ano de supervisões, orientação do TCC, aulas, supervisões (é, de novo)... Anos intensos.
Sabe aquela pessoa que te ensina coisas a todo tempo que você está perto dela? Não só de conteúdo disciplinar e curricular mas também de coisas da vida mesmo, sabe? Então, essa é ela.
Eu tenho um amigo que brinca: "Ficar perto dela é ser saudável, né?!?"
Eu me sinto privilegiada de estar próxima dela, de ter podido aprender tantas coisas que não se aprende em sala de aula. Eu sou fã assumida! Tiéte.
Nem seus atrasos eu achava ruim, pois a qualidade sempre compensava!
Então... essa professora se aposenta hoje. Ela não estará tão perto os cinco dias da semana. Meus casos serão supervisionados por outra professora e as aulas também.
Não é o fim do mundo, eu sei (mentira!!). Ela continua orientando meu TCC e o contato não vai deixar de existir, apenas será menos rotineiro (estou óbviamente tentando racionalizar tudo isso)
Hoje, em nossa última supervisão de clínica ela disse que na vida precisamos ter muitos amores, muitas coisas do que gostar, pois eventualmente, sem controle, perderemos algumas delas. Então é preciso que outras sejam tão fortes e satisfatórias. (tá vendo como ela ensina sempre!)
E eu fico muito orgulhosa de poder contar com ela na minha formação de psicóloga. Foi com lágrima nos olhos que nos abraçamos hoje. Foi com sorriso no rosto que colocamos mais um item na nossa lista de semelhanças: água com gás.
----------------------------
E antes que me perguntem:
Não, não foi por isso que eu dei um tempo do blog.

18 pessoas quiseram falar também!:

Aline 30 julho, 2008  

Poxa, ter uma mestra durante a vida academica deve ser msm tudibom!

bjm

Alice 30 julho, 2008  

oba,mas uma colega de graduação!
bom demais ter otimos professores!

Pedro Favaro 30 julho, 2008  

Eu nunca fui...adotado na minha vida academica! Mas perceber isso deve ser mto bom!

Que bom que foi curtinha suas férias!
Bem vinda de volta!

Ciça. 31 julho, 2008  

Eu não sou boa pra lidar com perdas não. Sempre sofro demais.


:*

Euzer Lopes 31 julho, 2008  

Eu imagino a choradeira e a linda homenagem a esta professora no dia da formatura.
E mais bonito ainda vai ser se houver uma quebra total no protocolo da cerimônia.
Será pra ficar na história e nas lembranças eternamente!

Maldito 31 julho, 2008  

Sim MAriana,...é comum o Crossover sair na sexta, mas nem sempre dá pra prepará-lo toda sexta, por isso é mais certo ele sair de 2 em 2 semanas!
Que bom que vc gosta!

Bjs

Vinícius Aguiar 31 julho, 2008  

O importante é que fiquem os ensinamentos que ela ou que qualquer outra pessoa possa ter transmitido... no mais, o tempo se encarrega de resolver!
saudades dos seus posts!
beijos!

Mandy 31 julho, 2008  

É tão bom conhecer pessoas maravilhosas assim, ainda mais quando elas fazem parte da nossa vida por um longo tempo!!!
O importante é q vc nunk vai se esquecer dela, e vai passar a vida sempre lembrando com carinho de tudo q ela te ensinou!

BjO.

Flavia Melissa 31 julho, 2008  

Ai, Mari!
Eu etendo completamente!
As pessoas que realmente importam até passam pela nossa vida, oscilando momentos de maior e menor frequência, mas nunca saem de fato!!!
Com certeza todas as lições que essa verdadeira MESTRA te passou...

Ai, é isso que faz a gente ter vontade de dar aula, né não, comadre psicóloga???

Beijinhos e saudades de papear!

Camila M. Schuch 31 julho, 2008  

Que bom que voltou logo!

É tão bom quando encotramos pessoas assim em nossa vida.

Eu adoro mudanças, mas quando essa acontece por perda, é mais difícil. Abrir mão da companhia diária, de uma pessoa agradável, é algo que temos que temos que nos acostumar.

Beeijos

Susanna Martins 31 julho, 2008  

Nossa Mari, que bom que vc encontrou alguém assim, isso é um incentivo e tanto!!!
Beijooos sumidona!!!
Saudadees

Luifel 31 julho, 2008  

Moça, é bom quando a gente encontra um mestre assim...por acaso, no meu curso encontrei uma pessoa assim também!

A minha sorte é que ela é ainda relativamente nova e por isso vai demorar a se aposentar, ou seja, vou ter ela até o fim do meu curso...(q já tá quase acabando...hehe!)

Bjão e bom retorno!

Flavia Melissa 31 julho, 2008  

maricotinha...
seu msn tá com problema?
vivo te chamando e vc cai, parece...
fora o nick estranho, ehehehe
beijinhos :)

janao 31 julho, 2008  

Poxa! Eu já ando meio deprê... Depois de ler um post desse me vêm tantas emoções a cabeça...

bjOk!

Kiara Guedes 31 julho, 2008  

Cheguei até aqui instigada pelo nome do blog, vim vi e mesmo nao achando a terapeuta, sentei no diva e me senti bastante a vontade, viu! rs
Voltarei mais vezes. Abraços

Cinti,  31 julho, 2008  

[...]na vida precisamos ter muitos amores, muitas coisas do que gostar, pois eventualmente, sem controle, perderemos algumas delas. Então é preciso que outras sejam tão fortes e satisfatórias.

Eh Mari,

tiro o chapéu p/ a MaJu!!!Esta frase é a mais pura verdade.
Dessa vez captei a mensagem sem reservas....hehehehehe

Eu sempre passo por aqui, vc sabe.

Bjus

João Carlos 01 agosto, 2008  

Hoje só quero dizer que abri um sorrisão quando entrei no seu blog e vi um novo post depois de seu "tempo de frio". Bom ter você de volta! Bjs.

meu mundo invisivel 01 agosto, 2008  

amei o texto, realmente tem pessoas q parecem q são únicas em nossa vida e não podem sr substituídas.
bjão

Postar um comentário

Você também precisa falar? Comente...

Importante

Os textos postados neste blog são de minha autoria. Aqueles que não são, faço referência aos autores e/ou locais onde encontrei. Faça o mesmo e respeite: se copiar, credite.

Os comentários são abertos e o conteúdo dos mesmos não necessariamente expressa a opinião da autora.

Para parcerias e contatos profissionais utilize o formulário do 'Fale comigo'.

Fale comigo

Envie um e-mail diretamente para mim.


Seu nome:

E-Mail:

Mensagem:


Você é sempre bem vindo aqui! Volte sempre que quiser!

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP